Sábado, 20 de julho de 2024
informe o texto

Notícias Educação

AUTISMO PARA EDUCADORES

Instituto INCA promove capacitação gratuita sobre autismo para a primeira infância em Várzea Grande, Salto do Céu e Curvelândia

Visa o diagnóstico precoce da criança autista, criar comunicação de conscientização entre profissionais, pais e responsáveis, em um curso de dois finais de semana

Beatriz Saturnino – Da Assessoria de Imprensa

19/06/2024 - 08:49 | Atualizada em 19/06/2024 - 09:59

Instituto INCA promove capacitação gratuita sobre autismo para a primeira infância em Várzea Grande, Salto do Céu e Curvelândia

Foto: Divulgação

O projeto social Autismo para Educadores está com inscrições e vagas gratuitas para capacitar educadores da primeira infância a identificar sinais e sintomas precoces do Transtorno Espectro Autista (TEA) nos alunos da rede pública e privada de ensino em Mato Grosso. Serão dois finais de semana cada capacitação e, em junho, o projeto deve acontecer nos municípios de Várzea Grande, Salto do Céu juntamente com Rio Branco, além de Curvelândia com Lambari D’Oeste, e, no mês de agosto, novamente em Várzea Grande. As inscrições das turmas deste mês encerram nesta terça-feira (18.06), e as aulas começam no dia 21 de junho.

Trata-se de um assunto importante e pertinente para uma nova jornada na rede de Educação, no Ensino Fundamental, e às famílias e crianças com Espectro Autista (TEA). As inscrições são gratuitas e limitadas: 110 vagas para Várzea Grande, 200 para Santo do Céu, com Rio Branco, e 80 para Curvelândia mais Lambari D’Oeste.

“Um curso maravilhoso que leva a gente a conhecer um pouco mais sobre questões do autismo e que a escola necessita saber com urgência. É um tema bastante novo e nós temos que conhecer o máximo possível. E o INCA está disponibilizando este curso maravilhoso para que a gente possa estar aprendendo um pouco mais e saber lidar com os nossos autistas. Aproveitem e venham com muita sede!”, destaca a professora Alves da Costa, que participou da capacitação em Mirassol D’Oeste.

“Autismo para Educadores” é mais um projeto social inovador realizado pelo Instituto INCA-Inclusão, Cidadania e Ação, e tem autoria de emenda parlamentar impositiva do ex-deputado federal, Dr. Leonardo, junto do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), que é o patrocinador do recurso federal.

“A intenção é de que as crianças sejam encaminhadas o quanto antes para os atendimentos especializados, visando a maior qualidade de vida e desenvolvimento. Temos uma expectativa enorme que os professores saiam capacitados e animados, assim como nós estamos”, destaca a fonoaudióloga, Rita de Cassia, facilitadora da capacitação.

A ideia é compartilhar conhecimento para levar auxílio às crianças com TEA e suas famílias, e que possam ser desenvolvidas políticas públicas.

“Este é um sonho realizado, porque eu sou pai de autista. E o autismo não define uma pessoa. A alteração neurológica, de comportamento e outras questões de interações sociais não traz um carimbo de que isso é uma fatalidade, mas sim, para à necessidade de diagnóstico, tratamento, respeito e empatia”, pontua o médico e ex-deputado federal, Dr. Leonardo.

O projeto está atendendo 13 municípios polos que convidam outros, e começou por Cáceres e Cuiabá, no mês de abril, e deve retornar nos meses de junho, agosto e setembro.

Já aconteceu em Mirassol D’Oeste junto com Porto Esperidião, em Araputanga com Reserva do Cabaçal e assim seguirá para diversos municípios das regiões de Cáceres e metropolitana do Estado de Mato Grosso, com previsão até o mês de setembro.

Em todos os municípios, o projeto atingiu sucesso de público, proporcionando uma experiência incrível aos participantes.

O AUTISMO

O TEA é um Transtorno do Neurodesenvolvimento caracterizado por dificuldades de interação social, comunicação social e comportamentos repetitivos e restritos. E a criança tem habilidades a serem desenvolvidas de acordo com a idade.

Portanto, é importante que os pais observem os desenvolvimentos de seus filhos, pois quando a criança chega na escola o professor faz esta observação e consegue perceber quando ela tem um desenvolvimento diferente de aprendizagem pela idade. É quando o professor chama os pais para conversar, sendo importante que eles acolham esta conversa com o educador, alerta a professora e psicopedagoga, Solange Albuquerque, que é mãe de um adolescente que está no Transtorno do Espectro Autista.

O termo atípico é utilizado para definir o desenvolvimento da criança ou adolescente, que é diferente das crianças que tem um desenvolvimento dentro dos marcos do desenvolvimento. E o diagnóstico é feito com a contribuição de uma equipe multidisciplinar, médicos, professores, psicólogos, neuropsicólogos, fonoaudiólogos, psicopedagogos, entre outros profissionais.

A CAPACITAÇÃO

Foi desenvolvida uma cartilha que será dialogada durante a capacitação e entregue aos participantes, por profissionais da área da Saúde: psicólogas Ileda Marta de Souza Flor, Ilza de Andrade Carvalho, Cinthia de Miranda Matos, Stefani Rayane Barbosa Ferreira, Rosania Siqueira Viana e Denise Ferreira Vilela; fisioterapeuta Tatiane Amorim de Matos; psicopedagoga Solange de Oliveira Figueiroba Albuquerque e fonoaudiólogas Rita de Cassia dos Santos Arinos Leal e Hellen Viviane Morgenstern da Silva Santos.

PROGRAMAÇÃO

Em Várzea Grande a capacitação será realizada no Anexo 2 - SMECEL - Centro de Formação VG, na Rua Tenente Horta Barbosa n° 14, Bairro Marajoara, nos dias 21, 22, 23, 28, 29 e 30 de junho e nos dias 02, 03, 04, 09, 10, 11 de agosto.

No município de Salto do Céu será no Salão de Eventos da Secretaria Municipal de Assistência Social - Avenida Pedro Pedrossian, Centro, ao lado do Posto Rosa, nos dias 21, 22, 23, 28, 29 e 30 de junho.

E, em Curvelândia, as aulas serão realizadas no Centro de Referência e Assistência Social - (CRAS) - R. Cícero Vitorino, 2987, Centro, nos dias 28, 29 e 30 de junho, e nos dias 05, 06 e 07 de julho.

Nas sextas-feiras, a programação é das 19h às 22h (presencial); sábados, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h (presencial); e aos domingos tem Estudo Dirigido (online). Para a certificação é necessário participar de todos os encontros.

Haverá mais uma capacitação em Cáceres, três em Cuiabá, uma ação conjunta entre os municípios Jauru, Figueirópolis e Vale de São Domingos; Comodoro, Conquista D’Oeste, Nova Lacerda e Campos de Júlio; além de Pontes e Lacerda e outra em Vila Bela da Santíssima Trindade.

As inscrições são online e estão disponíveis no site do Instituto INCA www.institutoinca.com.br e no link da bio do Instagram @institutoincamt - https://linktr.ee/institutoincamt.
 
 
Sitevip Internet