Quarta-feira, 24 de julho de 2024
informe o texto

Notícias Últimas

Fábrica de beneficiamento de castanhas no território indígena Zoró é inaugurada e integra programa PAA da CONAB

A construção da fábrica de beneficiamento das castanhas foi viabilizada pela SEMA por meio do Programa REM MT

Fábrica de beneficiamento de castanhas no território indígena Zoró é inaugurada e integra programa PAA da CONAB

Inauguração da fábrica de beneficiamento de castanha da Amazônia do Povo Indígena Zoró

Foto: Priscila Soares/ REM MT.

As 32 aldeias do povo Zoró estiveram representadas pelos seus caciques na cerimônia de inauguração oficial da fábrica de beneficiamento de castanha da Amazônia do Povo Indígena Zoró, realizada na aldeia Guwa Puxurej, no município de Rondolândia (MT), no dia 25 de abril. O evento que marca uma nova fase para os Zorós, contou com a presença de autoridades representando a SEMA, o Programa REM MT, SEAF, SETASC e a CONAB.

A construção da fábrica de beneficiamento das castanhas no território indígena foi viabilizada pela SEMA por meio do Programa REM MT, que desde 2020, atua com os Zorós por meio do Projeto Man Gap. O coordenador do projeto, Paulo César Nunes, agradeceu ao apoio que recebeu para a realização desse projeto.

“Não tenho palavras para agradecer à SEMA e ao Programa REM. São cinco anos de trabalho, com o acompanhamento e muita atenção da coordenação do REM MT. São dois projetos que o REM apoiou aqui na primeira fase, e a gente acredita e quer que essa parceria continue com a fase 2, que com certeza, continuará a beneficiar esses povos”, pontuou Paulo.


Secretário adjunto de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural, Clovis Figueiredo Cardoso, Secretária da SEMA, Mauren Laurenzetti, Coordenadora do Programa REM MT, Lígia Vendramin e o Secretário Adjunto de Direitos Humanos da SETASC, Kennedy Dias  - Foto: Priscila Soares/ REM MT.

A secretária da SEMA, Mauren Lazzaretti, reforçou o compromisso do Governo do Estado com os povos indígenas por meio da atuação do Programa REM MT. “ O REM MT é um programa do Estado que tem entre os seus pilares, um extremamente importante para o povo Zoró e para todas as 42 etnias de Mato Grosso, que é respeitar a vontade dos indígenas para que eles recebam o apoio do Estado para o fortalecimento da sua cadeia produtiva, do seu processo cultural, da manutenção da dignidade do seu povo”, falou Mauren durante a cerimônia.

Cerca de 100 famílias trabalham diretamente no beneficiamento das castanhas, mas a fábrica beneficia todo o povo Zoró. Com a construção da fábrica, os Zorós entraram para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), onde receberão um recurso de R$1,5 milhão para entrega de 19 toneladas de amêndoas de castanha da Amazônia para organizações socioassistenciais de Rondolândia e de Ji Paraná-RO.

A CONAB estabeleceu o preço de R$ 78,00 por quilo de castanha beneficiada, um valor bem acima do mercado privado, o que irá fortalecer o trabalho do povo indígena Zoró, promovendo o extrativismo e beneficiamento da amêndoa, valorizando a cadeia da castanha. 


Fábrica irá fornecer de 2.500 a 3.000 castanhas beneficiadas por mês  Foto: Priscila Soares/ REM MT.

Com o beneficiamento das castanhas e aquisição do produto pela CONAB, o povo Zoró terá a renda das famílias garantida, contribuindo também para a manutenção da floresta em pé, promovendo o extrativismo sustentável, fomentando o trabalho das mulheres Zoró que são papel fundamental nesse processo de beneficiamento.

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA)

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tem como objetivos garantir o acesso à alimentação para pessoas em condições de vulnerabilidade social e impulsionar a agricultura familiar. Ele promove o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais, fortalece os circuitos de distribuição locais e regionais, gera riqueza e distribui renda de forma equitativa, valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos, e incentiva hábitos alimentares saudáveis.


Cerimônia contou também com a presença da Diretoria Administrativa, Financeira e Fiscalização, Rosa Neide Sandes de Almeida e do Diretoria de Política Agrícola e Informações, Sílvio Isoppo Porto, da CONAB.

CONHEÇA O REM MT

O Programa REM MT é uma premiação dos governos da Alemanha e do Reino Unido, por meio do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW), ao Estado do Mato Grosso pelos resultados na redução do desmatamento. O REM MT beneficia aqueles que contribuem para manter  a floresta em pé, como os agricultores familiares, pequenos e médios produtores que praticam a agropecuária sustentável, povos e comunidades tradicionais e os povos indígenas. O REM MT também realiza o fomento de iniciativas que estimulam a economia de baixo carbono e a redução do desmatamento, a fim de reduzir as emissões de CO2 no planeta. 

O Programa REM MT é coordenado pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), e tem como gestor financeiro o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO). 
 
 
Sitevip Internet