Segunda-feira, 27 de maio de 2024
informe o texto

Notícias Últimas

POLÍCIA / CINCO ARMAS APREENDIDAS

Polícia Civil deflagra operação investigados por morte de empresária no Lago do Manso

Cinco armas de fogo ilegais foram presas durante operação policial deflagrada nesta sexta, 1º, em Cuiabá e Chapada.

Ari Miranda Única News

01/03/2024 - 12:34 | Atualizada em 01/03/2024 - 13:28

Polícia Civil deflagra operação investigados por morte de empresária no Lago do Manso

No detalhe, a empresária Elaine Stelatto Marques.

Foto: Reprodução/Montagem

Agentes da Polícia Civil de Chapada dos Guimarães (65 Km de Cuiabá) cumpriram 12 ordens judiciais na manhã desta sexta-feira (1º), que vão auxiliar nas investigações da morte da empresária Elaine Stelatto Marques (45), ocorrido no dia 19 de outubro do ano passado, no Lago do Manso.

Segundo informações da Polícia Civil, além dos mandados de busca e apreensão, também houve a quebra de sigilo de dados telefônicos e telemático dos investigados.

Alguns alvos da operação foram surpreendidos pelas equipes no bairro Araés, em Cuiabá, e também na região do Manso, em Chapada dos Guimarães. Duas pessoas foram presas em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, entre elas um pecuarista.

Conforme a Polícia, 5 armas foram apreendidas durante os trabalhos. As diligências têm como objetivo reunir novos elementos para auxiliar no esclarecimento da morte de Elaine.

“Existem muitas lacunas nas versões dos envolvidos e as buscas nos auxiliarão no esclarecimento”, disse o delegado de Chapada dos Guimarães, Eugênio Rudy Júnior.

O CASO

Conforme o registro da ocorrência, a empresária estava no Lago do Manso em um encontro com um servidor público, que conheceu pelas redes sociais. Segundo familiares, Elaine parou de dar notícias na tarde de quinta-feira (19).

Horas depois de prestar queixa, a família ficou sabendo que ela estava morta.

O homem que estava com ela contou que a empresária estava amarrada em uma corda, sendo puxada por uma embarcação, quando se afogou. Contudo, a necropsia no corpo da vítima refutou o depoimento do homem, que teria alegado acidente para justificar a morte de Elaine.

Família e amigos também não acreditam na versão de que a mulher tenha sofrido um acidente, destacando que o corpo da vítima tinha diversos ferimentos e hematomas.

Fonte:

https://www.unicanews.com.br/policia/policia-civil-deflagra-operacao-investigados-por-morte-de-empresaria-no-lago-do-manso/107002

 
Sitevip Internet