Quarta-feira, 29 de maio de 2024
informe o texto

Notícias Educação

Estudantes da rede estadual retornam às aulas com escolas reformadas

Estudantes da rede estadual retornam às aulas com escolas reformadas

Foto: Assessoria

Com objetivo contribuir para a melhoria da qualidade da infraestrutura e no desenvolvimento educacional dos alunos, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) entrega, nesta quarta-feira (19.07), três unidades escolares reformadas e prontas para receber os estudantes no retorno das férias escolares. As Escolas Estaduais Alina Tocantins, no bairro Cidade Alta, Professora Mariana Luiza Moreira, no bairro Tijucal, ambas em Cuiabá, e a Filogônio Corrêa, no Distrito da Guia, recebem os estudantes com novas salas climatizadas, novos mobiliários, Chromebooks e kits de robótica. O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, destaca que as entregas representam a eficiência no avanço estrutural das escolas da rede, fundamental no processo educacional no estado. “Essas obras integram um investimento de R$ 4,5 milhões e fazem parte do plano Educação 10 anos, que investe na transformação da educação pública em Mato Grosso. Os investimentos auxiliam na melhoria do ensino-aprendizagem dos estudantes e na qualidade de trabalho dos profissionais. Além disso, temos uma série de vantagens que incluem a tecnologia na educação, a internet de alta velocidade e um olhar que antecipa o futuro para os nossos estudantes, junto de uma estrutura moderna e funcional”, pontua. Karina França Garcia, secretária adjunta de Infraestrutura e Patrimônio (SAIP) da Seduc, comemora as entregas, e ressalta que "a Seduc tem trabalhado na construção de novas unidades e reforma de várias outras, para deixá-las no mesmo padrão de qualidade". "Assim, podemos levar tecnologia para dentro das nossas escolas, trazendo a melhor estrutura e os melhores equipamentos para dentro das salas de aula”, acrescenta. Nara Garcia, diretora da Escola Alina Tocantins, salienta que a reforma na unidade deverá estimular o interesse dos estudantes pelo aprendizado. “A nossa unidade foi fundada em abril de 1955, e desde então vem sendo atualizada e reformulada de acordo com as necessidades da comunidade escolar. Essa última reforma, em particular, buscou a melhoria da estrutura física para a aprendizagem dos estudantes, através de adequações e modernização nas salas de aula, possibilitando a utilização de Smart TVs, Chromebooks e demais ferramentas”, afirma. A diretora Elizalde Amorim, da Escola Filogônio Corrêa, também reforça a abrangência da obra, que deverá ser um diferencial na região, impactando diretamente na motivação da comunidade escolar. Segundo ela, a entrega de um ambiente de trabalho nessas proporções faz diferença no bem-estar dos estudantes e profissionais que convivem diariamente. A reforma dos espaços também inclui melhorias nas áreas de convivência e aperfeiçoamentos na área administrativa da escola, ações fundamentais para melhor atender a comunidade. Já para o diretor Maurício Maccari, da Escola Professora Mariana Luiza Moreira, a reforma foi extremamente necessária, já que a unidade não recebia reformas há cerca de 40 anos. “O ambiente escolar favorece o aprendizado dos estudantes. Ele consegue desenvolver seu conhecimento em vários aspectos, principalmente quando tem os instrumentos necessários para isso, como as salas climatizadas, tecnologia educacional, acessibilidade e os materiais de qualidade”, explica. Aline Paula Campos Rezende, estudante da Escola Professora Mariana Luiza Moreira, visitou a nova estrutura. Ela garante que o novo prédio deverá atender as necessidades da comunidade escolar. “É bastante coerente dizer que uma escola mais moderna e organizada desperta nos estudantes a vontade de aprender e frequentar as aulas, além de ajudar na busca de quem procura uma escola de qualidade”, diz. Já o estudante Matheus William Borges, da mesma unidade, constatou que o novo prédio possui acessibilidade e está apto a receber todos os tipos de alunos. “Após a reforma de nossa escola o prédio está capacitado a receber os estudantes, inclusive os com deficiência. Contamos com turmas do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, além de aparelhos tecnológicos de última geração para melhorar o nosso aprendizado”, reforça.
 
Sitevip Internet