Quinta-feira, 23 de maio de 2024
informe o texto

Entrevistas

Mauro Carvalho, senador - Na construção de uma Reforma Tributária equilibrada e justa

Texto: Halisson Lasmar | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Essa história de sucesso e entrega começou no início da gestão de Mauro Mendes como governador de Mato Grosso, quando Mauro Carvalho despretensiosamente foi convidado pelo amigo eleito ao Palácio Paiaguás, para auxiliar uma equipe de transição e avaliar a situação da máquina herdada, com os olhos de administrador e sua experiencia empresarial.  

Carvalho sempre foi um gestor competente e ousado, construiu um império começando de baixo e solidificou-se como um respeitado empresário do setor de bebidas com ramificações por vários Estados e empregando milhares de funcionários... Quando chegou ao Governo já havia conquistado o sucesso nos negócios fazia anos.

Amigo íntimo do Governador Mauro Mendes, de sua extrema confiança e também de sua esposa Virginia Mendes, a irmandade entre as famílias antecede a política, os laços são estreitos, a convivência é constante e a intimidade é plena. Carvalho, Monica sua esposa, Virginia e Mendes são unidos na crença praticante, no cotidiano familiar e no dia a dia pessoal e agora, profissional, desde que assumiu a Chefia da Casa Civil no início do Governo.

Num primeiro momento, com os sérios problemas encontrados e enfrentamentos políticos inevitáveis, foi vitimado de certo temor e descrença por alguns políticos e servidores, mas não se fez de rogado: Inteligente, discreto, trabalhador e interessado, deslanchou com a função, conquistou espaços, ganhou a simpatia de muitos e é uma imprescindível peça na administração do Governo.

Foi corresponsável pela maioria das medidas que destravaram a máquina, consertaram o Estado, realizaram o esperado ajuste fiscal, implementaram importantes ajustes, criaram um novo modelo de relacionamento político e conseguiram resultados tão extraordinários na reconstrução do Estado, que se transformou numa referência de trato, gestão pública e relacionamento político, que o ungiram ao importante cargo que hoje ocupa.

Carvalho foi eleito suplente do Senador Wellington Fagundes e sua composição na chapa foi um passaporte seguro para reeleição de Fagundes, recentemente, na sua licença, assume o posto com desafios enormes em plena implantação da reforma tributária que mexe com a economia de MT e pode nos trazer problemas futuros. 

Com a elegância de sempre, educação primorosa e fala pausada, Carvalho recebeu nossa equipe e esclarece pontos, mostra caminhos e prevê o futuro com o estágio que realiza no Senado da República vislumbrando o futuro de MT.



Camalote: O Sr. assumiu no lugar do Senador Wellington a cadeira num momento conturbado e que vai exigir muito diálogo para que passemos menos prejudicados com a implantação da reforma. Os ajustes estão em curso? O que esperar dessa reforma sob a análise vossa e do Senado? 

Mauro Carvalho: Comecemos, me permita, fazendo um agradecimento público e fraterno ao Senador Welington Fagundes, grande companheiro e um batalhador pelas coisas de Mato Grosso que me oportunizou esta instigante jornada. Com a proposição da reforma, uma batalha de muito esforço e trabalho foi empreendida na câmara pela nossa bancada, no sentido de promover ajustes e mudanças no texto, que inevitavelmente trariam grandes prejuízos para o Estado e a sociedade. A proposta, fruto dessa ação já chega ao Senado com avanços e lá, com o esforço de nossa bancada, a ajuda imprescindível do respeitado Senador Jayme Campos, a energia da também Senadora Margareth Buzetti, formaremos um bloco de muita sintonia para conquistar ainda mais ajustes e acertos. Chego com muita vontade de trabalhar, o importante apoio técnico do competente Rogério Gallo, nosso goleador, sua equipe e uma enorme humildade para contribuir e avançar nos pontos mais controversos da medida. Vou me empenhar de corpo e alma nas pautas importantes para o Brasil, mas em especial esta reforma tributária que é fundamental para MT.  
 
Camalote: Mato Grosso destaca-se entre os Estados brasileiros da Federação com sua economia e perspectivas. Temos superávit, obras estão por todos os quadrantes do Estado e a recuperação virtuosa do controle da gestão permitiram vários investimentos importantes e urgentes para a sociedade. Com a reforma estaremos seguros e continuando a crescer, Senador?

Mauro Carvalho: Mato Grosso fez o dever de casa, à duras penas, com muita dedicação e trabalho do Governador Mauro Mendes e sua equipe. Estamos seguros! Saímos de déficits enormes, interesses corporativos enraizados na máquina, vícios, compras mal-feitas, desorganização, recebendo um Estado à beira do caos com fornecedores abandonando obras e fornecimentos. As medidas necessárias implantadas, o espírito inequívoco de austeridade e respeito ao dinheiro público, foram nossa meta mais perseguida e que acreditávamos ser crucial para reconstruirmos MT. O resultado está na solidez do Estado, que dá exemplos constantes do “dar certo”, promovendo benefícios a sua sociedade, entregando obras de qualidade, fazendo ação social através da voluntariedade da primeira-dama Virginia Mendes verdadeira e criando oportunidades para quem quer aqui investir. MT é a bola da vez e nossas perspectivas não são um reles gráfico colorido. Os números falam por si! Basta consultar todos os portais de transparência.

Camalote: A saúde de Cuiabá estava em frangalhos e uma determinação da justiça, entregou nas mãos do Governo do Estado, via intervenção, o setor com inúmeros problemas. Que fatores mais relevantes são os responsáveis por esta virada de chave que se assiste na saúde da capital? 

Mauro Carvalho: A sociedade, faço uma previsão, vai reverenciar a ação do Tribunal de Justiça que sensibilizado com os desastres reiterados que estavam acontecendo, decretou a salvadora intervenção. Novamente os números falam por si. Mudamos da água para o vinho nesse setor.  A população respira aliviada e os atendimentos, cirurgias, postos, medicamentos e normalidade vão voltando ao alcance dos usuários. Muito ainda por fazer mais as ações, dentre elas, a inauguração da moderna UPA LEBLON, é um exemplo do que ainda virá. Essa forma de fazer política, ultrapassada, nociva e sem nenhuma humanização, com escândalos, operações policiais, descasos e abandono, que estavam acontecendo, não cabem nem são aceitos pela sociedade Cuiabana, isso tinha que ter um fim. Essa intervenção foi providente e veio de encontro aos anseios e clamores da população Cuiabana.    

Camalote: As eleições de 24 e 26 já tomaram conta do cenário político em MT. Diariamente se insuflam nomes, afloram candidaturas e o tabuleiro vai movimentando suas peças. No seu partido (UNIÃO BRASIL) uma disputa interna polariza: Seu substituto, o deputado Federal Fabio Garcia e o Presidente da AL -MT, Eduardo Botelho já estão em campanha. Pode haver um racha na agremiação ou o diálogo vai imperar com a paz eleitoral e a possibilidade de seu partido ganhar as eleições em Cuiabá e em vários Municípios? 

Mauro Carvalho: O UNIÃO BRASIL é o maior partido de MT, seus quadros são formados por nomes de peso da política mato-grossense, estamos no governo, temos relevantes serviços prestados ao Estado, nossa bancada é das mais representativas e atuantes e é natural que disputas, embaladas por tantos avanços e resultados aconteçam. Teremos candidatos ou coligações nos 141 municípios Mato-grossenses. Temos excelentes quadros e bons nomes para a disputa do próximo pleito municipal. Cuiabá é um importante conquista para qualquer partido ou candidato. Nosso arco de alianças e os partidos da composição, serão imprescindíveis para as escolhas. Temos muito o que fazer ainda daqui até as eleições e os nomes surgirão com muito diálogo, serenidade e primordialmente amor pelas cidades e sua gente. Cabe aos eleitores, aos diretórios e as convenções estas escolhas. Esse assunto ainda irá amadurecer, temos tempo para definições sem açodamentos, ele é e sempre será o senhor da razão. 

Camalote: No Senado, o senhor, que é um homem de diálogo e de projetos, já ensaia algum projeto que possa marcar sua passagem? Pode adiantar algo para nossos leitores? 

Mauro Carvalho:  Fui muito bem recebido no Senado, aquele poder que analisa as propostas e medidas que mexem com todo o povo Brasileiro é de um dinamismo impressionante. Tenho descoberto com essa oportunidade, que naquela casa de decisões, podemos fazer mais pelo país, pela sociedade e pelo futuro de nossos entes queridos. Estou aprendendo, conhecendo e no momento oportuno, discutirei com meus pares e assessoria, algumas ideias que acredito contribuir para nosso crescimento e fortalecimento das instituições. Uma delas e que me impulsiona, estamos transformando num projeto para ser apresentado, que atende, da cidadania, inclusão renda e perspectivas para pensionistas e aposentados. Tenho um olhar carinhoso por este tema. Acredito na sua força de trabalho e experiências adquiridas. Na discussão da reforma também avalio a apresentação de propostas que garantam a seguridade comercial, financeira e regional dos Estados e municípios assim como a tranquilidade de prosperar da sociedade. Sou um curioso compulsivo e um “workaholic” assumido, estou maturando e pesquisando caminhos para bem representar meu Estado e o Brasil trazendo propostas que atendam o conjunto de todos os brasileiros e em especial os mato-grossenses.  

Camalote: Mauro e Virginia Mendes são seus amigos pessoais, o senhor acredita a insistência deles em que assumisse um cargo público, que se sabe, relutou em aceitar, como um sinal de que a política poderia levá-lo a realizar tanto por MT?
Mauro Carvalho: Somos amigos há quase 40 anos, uma família unida que nós consideramos irmãos, estamos sempre juntos e o desafio que o Governador me propôs à época foi desafiador, era uma empreitada profissional inédita, uma novidade para mim. Aceitei sabendo que teria que abrir mão das empresas, me ausentar da família e me dedicar integramente a essa causa. Decidi e tive apoio de filhos, genros, esposa e a amizade dos Mendes pesou muito nessa decisão. O sentimento que tenho por eles e pela oportunidade é sem tamanho. Essa escola, poder devolver um pouco do muito que MT me deu, enfrentar o desafio de gerir a máquina pública e alcançar os resultados que conseguimos, só tem uma explicação que acredito do fundo do coração: DEUS ABENÇOA, DEFINE NOSSOS DESTINOS E NOS CONCEDE SUAS GRAÇAS. Tenhamos sempre muita fé. Meu sentimento por tudo e de enorme gratidão.




 
 
Sitevip Internet