Segunda-feira, 20 de maio de 2024
informe o texto

Artigos Mário Quirino

Network e a Saúde

As relações sociais desempenham um papel essencial na saúde e bem-estar do indivíduo. Desde os primórdios da humanidade, a conexão com outros seres humanos tem sido uma parte fundamental da nossa existência. Essa interação é fundamental para a saúde física e mental.
 
Posso citar ao menos três pontos essenciais que beneficiam a saúde física. O primeiro deles é a redução do estresse, já que relacionar-se com outras pessoas pode ajudar a reduzir os níveis de cortisol, hormônio associado ao estresse, resultando em um sistema imunológico mais robusto e com menor incidência de doenças relacionadas ao estresse.
 
A interação também reflete no aumento da longevidade: estudos têm mostrado que indivíduos com fortes laços sociais tendem a viver mais. O apoio social pode proteger contra doenças crônicas e aumentar a resiliência diante de adversidades.
 
O terceiro ponto é a melhoria da saúde cardiovascular. Relacionamentos saudáveis e positivos estão associados a menor risco de problemas cardíacos, pois proporcionam um senso de segurança e estabilidade emocional.
 
Além dos benefícios físicos, existem os benefícios para a saúde mental. Por exemplo, na redução da depressão e ansiedade. O suporte emocional oferecido por conexões sociais pode ser fundamental no combate à depressão e ansiedade, fornecendo um ambiente de compreensão e apoio.
 
Há também o estímulo cognitivo, já que o convívio com outras pessoas promove o compartilhamento de ideias e perspectivas, estimulando a mente e reduzindo o risco de declínio cognitivo.
 
Outro fator a ser considerado é o aumento da autoestima, já que relações sociais positivas fornecem reconhecimento e validação, o que contribui para o desenvolvimento de uma autoestima saudável.
 
Vale lembrar que a falta de interações sociais pode levar a consequências negativas para a saúde. A solidão, por exemplo, está associada a maior risco de desenvolver doenças mentais, como a depressão, e problemas físicos, como hipertensão e obesidade.

A dica para fortalecer relações sociais é cultivar amizades, participar de grupos sociais e praticar a empatia. Investir em relacionamentos sociais positivos é crucial para promover uma vida saudável e plena.
 
A conexão com outras pessoas proporciona benefícios significativos para a saúde física e mental, além de ser uma fonte de apoio emocional e estímulo cognitivo. Através do fortalecimento desses laços, podemos construir uma rede de suporte que contribui para o nosso bem-estar geral, profissional tornando-nos mais resilientes diante dos desafios da vida.
 
 

Mário Quirino

Mário Quirino
*Mário Quirino é especialista em desenvolvimento humano e Diretor Executivo do BNI Brasil em Mato Grosso.
 
ver artigos
 
Sitevip Internet