Sábado, 20 de julho de 2024
informe o texto

Artigos Max LIma

Check-up cardiológico tem que ser feito uma vez por ano

Ao contrário do que muitas pessoas acham, o check-up cardiológico deve ser feito antes dos 40 anos. Vimos na mídia casos de jogadores jovens que morreram de infarto mesmo sendo atletas e no auge da juventude.

Por isso, quanto mais cedo diagnosticado, mais chances de se tratar e prevenir uma doença cardíaca como o infarto.

A maioria das pessoas ignoram que tem algo acometendo seu corpo até que o sintoma apareça e aí em muitos casos, já há um comprometimento de alguma função cardíaca sendo necessário tanto medicações de uso contínuo ou até intervenções cirúrgicas dependendo da situação.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das causas de doenças que afetam o coração são fatores que podem ser modificados, ou seja, que podem ser prevenidos com uma simples mudança nos hábitos de vida.

É importante que pessoas com colesterol e triglicerídeos altos, obesidade, tabagismo, sedentarismo, stress mudem os hábitos de vida para conseguir controlar  com alimentação saudável e medicação.

No caso de doenças como hipertensão e diabetes e os antecedentes familiares de doenças cardíacas, doenças endócrinas, renais e infecciosas podem apresentar maior risco para o coração e merecem um tratamento específico para cada caso.

Por isso a importância de se passar por um check-up cardiológico. Ele auxilia no controle desses fatores e vai além, identifica precocemente possíveis alterações que podem comprometer o coração, mesmo antes dos sintomas.

Como é o Check-up Cardiológico?

É bastante simples. O paciente passa por exame clínico, exame físico e de alguns exames complementares como de laboratório onde será verificado as dosagens de níveis de colesterol, triglicérides e glicemia entre outros.

Será feito também um eletrocardiograma para ver o ritmo do coração e o teste ergométrico ou de esforço para identificar alterações como isquemia miocárdica assintomática.

O cardiologista também faz perguntas para saber o histórico familiar do paciente. Se há casos de doença do coração, obesidade, hipertensão, colesterol alto, diabetes ou outro fator de risco.

O check-up cardiológico também é indicado para quem pretende começar a fazer exercícios físicos.

Lembre-se, é melhor se prevenir do que esperar os sintomas aparecerem. Até mesmo as pessoas que se dizem ter ‘saúde de ferro’ só descobrem que o coração está falhando quando o coração dá sinais graves e muitas das vezes o comprometimento já é grande demais e os riscos de vida também.
 

Max LIma

Max LIma
Max Lima é médico especialista em cardiologia e terapia intensiva, conselheiro do CFM,  ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia de Mato Grosso(SBCMT), Médico Cardiologista do Heart Team Ecardio no Hospital Amecor e na Clínica Vida Diagnóstico e Saúde. CRMT 6194
ver artigos
 
Sitevip Internet