Notícias - Saúde

Camila Crepaldi | Postado em 05.08.2022 às 07:55h
Reprodução/Internet Empregabilidade e autocuidado são destaques no Dia Nacional da Saúde

Empregabilidade e autocuidado são destaques no Dia Nacional da Saúde

A crise que a covid-19 impôs sobre o Brasil e o mundo afetou diversos setores da economia e causou impacto na geração de empregos. Porém, a demanda por profissionais da saúde aumentou no país – segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), há 2,6 milhões trabalhadores da área com carteira assinada em território nacional. Apenas na região Centro-oeste, houve aumento de 17,1% nas contratações de profissionais qualificados desde o início das contaminações por coronavírus.

Para a coordenadora do curso de Fisioterapia da Unic, Heloisa Bravin, neste momento temos a oportunidade de compreender melhor a atuação dos profissionais envolvidos diretamente com a saúde e, para aqueles que estão em dúvida sobre qual caminho seguir na educação superior, conseguem vislumbrar a profissão, abrindo as possibilidades para a escolha. “Já se observa o impacto que o ensino superior provoca na busca do primeiro emprego ou até de um crescimento profissional. O diploma em uma dessas vertentes da saúde, abre portas para novas oportunidades”, afirma a professora. Segundo a Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior, as graduações que tiveram maior evolução na procura são as de Psicologia, Enfermagem, Fisioterapia, Odontologia, Medicina, Biomedicina e Farmácia.

Com discussões sobre doenças e tratamentos em evidência, há mais exigência na qualificação de profissionais, que precisam de conhecimento e capacitação para lidar com os desafios do cenário pandêmico e pós-pandêmico. Para a docente, o aquecimento no mercado se justifica, também, por conta da preocupação das pessoas com o autocuidado.

A população está mais atenta à importância de consultas periódicas com diferentes profissionais, diagnósticos e exames assertivos e hábitos de vida saudáveis, como comprovam dados divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): o Brasil registrou mais de 49,5 milhões de cadastros em planos privados. O aumento representa 1,5 milhão de beneficiários na comparação com o mesmo mês do ano passado.

“As famílias buscam, cada vez mais, recursos para garantir atendimento médico digno e, com isso, aderir ao plano de saúde acabou se tornando uma prioridade. Esse crescimento, tende a destacar novos profissionais fisioterapeutas, farmacêuticos, nutricionistas e enfermeiros, por exemplo; nas esferas públicas ou privadas”, completa Heloisa Bravin.

Os cursos de saúde oferecidos pela Unic têm duração de 3 a 10 semestres. A infraestrutura da Instituição conta com laboratórios presenciais e virtuais e um acervo de biblioteca com milhares de títulos. Os estudantes cumprem horas obrigatórias de estágio durante a graduação, para aplicar os conhecimentos de sala de aula em demandas reais com pacientes das redondezas, além de terem acesso ao Canal Conecta, portal de empregabilidade da Kroton que oferece mentoria para entrevistas, confecção de currículos, além de vagas no mercado.

Dia 5 de agosto, comemora-se o Dia Nacional da Saúde no Brasil, com a finalidade de conscientizar as pessoas sobre a importância da educação sanitária e a ter um estilo de vida mais saudável.