Notícias - Politica

Caroline Rodrigues | Postado em 02.11.2020 às 18:28h
Reprodução/Internet Indícios de fraude levam Justiça a suspender pesquisa encomendada por Binotti

Indícios de fraude levam Justiça a suspender pesquisa encomendada por Binotti

Após constatar irregularidades e indícios da manipulação dos dados, a Justiça Eleitoral determinou neste domingo (1) a suspensão imediata da pesquisa encomendada e divulgada pelo prefeito de Lucas do Rio Verde e candidato à reeleição, Luiz Binotti (PSD). O juiz Cristiano Fialho atendeu um parecer do Ministério Público do Estado que aponta erros no protocolo de coleta das informações e também na metodologia estatística.

Vale lembrar que das quatro pesquisas que chegaram ao conhecimento público, apenas essa tinha Binotti como líder. Nas demais, o concorrente Miguel Vaz (Cidadania) aparecia como o novo prefeito do município. Sendo que, os números mostravam o distanciamento crescente entre os dois candidatos, no qual Vaz chegou a alcançar 12 pontos de dianteira na corrida eleitoral.

Conforme a decisão, caso a coligação “Lucas no Rumo Certo”, liderada por Binotti, não cumpra a lei, será arbitrada multa no valor de R$ 50 mil.

“ Trata-se, efetivamente, de irregularidade relevante que pode, potencialmente, influenciar e distorcer, de maneira significativa, o resultado real da pesquisa, pois pode induzir o eleitor/pesquisado em erro”, afirma Fialho na decisão.

Os indícios de fraudes foram levados ao Ministérios Público pela chapa “Lucas que Faz”, cujo o candidato é Miguel Vaz. Segundo o advogado da coligação, Rodrigo Cyrineu, além da forma de cálculo, existem suspeitas sobre a idoneidade da empresa contratadas, a Segmenta Dados.

Ela teve os resultados embargados em Rondonópolis, Tangará da Serra e em um trabalho encomendado pelo candidato ao Senado Carlos Fávaro, que é do mesmo partido de Binotti. Além disso, não está com a situação cadastral regularizada.

Segundo o promotor Daniel Carvalho, no parecer que deu base a decisão judicial, há total queda de credibilidade da empresa que não consegue colocar os índices e números de amostragem dentro dos padrões matemáticos.

Pesquisas anteriores

Na semana passada, o site Só Notícias encomendou uma pesquisa para o Instituto Real Dados na qual Miguel Vaz aparece à frente das pesquisas com 44% da preferência dos votos. O resultado tem 95% de confiança e os pesquisadores entrevistaram 400 pessoas entre 23 e 25 de outubro.

Em segundo lugar, na corrida pela prefeitura, está o atual prefeito e candidato à reeleição, Luiz Binotti (PSD), como 36,5%. Ele se manteve na mesma colocação nas pesquisas anteriores.

A margem de erro da pesquisa é 5% e elas foi registrada na Justiça Eleitoral com o número: MT-00886/2020.

Na quinta-feira (15), chegou ao conhecimento público o resultado em uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), que foi encomendada por Binotti.

Os números apontam para vitória do principal adversário dele, Miguel Vaz. De acordo com o resultado, Vaz teria 44% das intenções de voto contra 32% de Binotti.
A pesquisa, registrada na Justiça Eleitoral com o número MT?02453/2020, foi realizada de 10 a 13 de outubro e ouviu 350 eleitores residentes no município. A margem de erro considerada é de 5 pontos percentuais.

Já a terceira pesquisa foi realizada pelo instituto Voice. Nela, Vaz aparece com 48% das intenções de votos, enquanto o segundo lugar está com 42%.
O Instituto ouviu 500 eleitores de Lucas do Rio Verde entre os dias 16 e 18 de outubro. A margem de erro é de 4,36%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declararam indecisos. A pesquisa quantitativa, que utilizou a técnica Survey de opinião, está registrada no TRE/MT com o número MT-03315/2020, foi feita com recursos do próprio Percent e divulgada no site Midianews.