Notícias - Musica

ZF Press | Postado em 26.05.2020 às 17:00h
Divulgação Profissionalização das lives amplia estratégias de comunicação e vendas

Profissionalização das lives amplia estratégias de comunicação e vendas

 

Em Cuiabá, transmissões ao vivo conectam artistas, marcas e eventos com diversas audiências

Demorou algum tempo – e a infeliz circunstância de uma pandemia –, mas as transmissões ao vivo chegaram com tudo para conectar artistas, marcas e eventos com suas respectivas audiências. Com o isolamento social e restrições acerca do funcionamento de diversas atividades, tanto empresários quanto artistas encontraram nas lives um novo caminho, já que esperar nem sempre é uma opção para quem precisa de renda ou não pode cancelar sua programação.

Em Mato Grosso, a atmosfera intimista das transmissões ao vivo provou ser popular entre diversos públicos, sendo utilizada para vários fins – de apresentações artísticas; treinamentos e reuniões corporativas; palestras, seminários e aulas; desfiles de moda; exposição e vendas de produtos; cultos religiosos; campanhas institucionais e/ou políticas; até reuniões familiares. Entre os canais mais populares para as lives, constam Facebook, Instagram e YouTube, entre outros.

“O mundo seguiu para o online. Mesmo com o fim do isolamento social, é pouco provável que o streaming desapareça junto com as máscaras e demais equipamentos de proteção individual. Esse é um novo nicho de mercado, com vasto alcance de público, que ainda será muito explorado. Afinal, o conteúdo em tempo real gera respostas e dados em tempo real", comenta Alexandre Matozo, um dos proprietários do Grupo Malcom, que é referência na prestação do serviço em Cuiabá.

Alexandre complementa que a interação em tempo real remove barreiras e permite uma melhor comunicação entre todos. “As transmissões ao vivo permitem que o público participe com comentários sobre o que estão assistindo e interaja com outros espectadores, o que cria um senso de comunidade e fornece feedback imediato. Também transmite autenticidade. De maneira estratégica, é uma ótima ferramenta para geração de receita”, reforça.

Segundo o empresário, a transmissão ao vivo convida a marca para dentro da casa das pessoas como você convidaria um amigo. “Por exemplo, o streaming permite que as marcas sejam apresentadas aos consumidores por meio de uma experiência mais rica, que permite a interação e imersão. Cada demonstração de produto é como uma espécie de degustação. Sua loja pode estar fechada, mas um desfile é capaz de exibir seus produtos fora da vitrine tradicional”.

MUDANÇA DE ROTA – Com o avanço da pandemia de Covid-19, o Malcom Pub fechou as portas para o público externo e se desafiou a explorar novas áreas. “Isto, também como uma alternativa financeira para manter suas atividades e quadro de colaboradores. Tanto que o Malcom investiu na superação de obstáculos técnicos como forma de aprimorar a experiência do streaming, a princípio tanto para a população quanto para os artistas na casa”, pondera Alexandre.

Nessa missão, para além de seguir as orientações de segurança preconizadas por entidades nacionais e internacionais de saúde, o Malcom buscou oferecer um serviço de qualidade. "Mesmo com equipe reduzida e medidas de proteção, nossa intenção era entregar uma experiência incrível aos clientes. No streaming, isso pode ser traduzido, por exemplo, como qualidade audiovisual e transmissão sem interrupções. Logo, investimos na profissionalização da nossa estrutura e equipe".

A realização de shows semanais online serviram de treino e a aquisição de equipamentos de última geração abriram portas para uma nova oportunidade de negócio. "Hoje, o Malcom compartilha essa expertise com outras empresas e entra para o mercado de lives. Contamos com estrutura física, som e iluminação, profissionais capacitados, equipamentos de alta qualidade (tecnologia Blackmagic Design), alta conexão de internet e transmissão multiplataforma", reforça Alexandre.