Imprimir

Imprimir Notícia

18/11/2023 - 14:34

Medeiros detona Pátio sobre repasse de recursos para Santa Casa: ‘apropriação indébita’

O deputado federal, José Medeiros (PL), que destinou mais de R$ 50 milhões para o Hospital Santa Casa de Rondonópolis nos últimos anos, dedicando boa parte de suas emendas parlamentares ao hospital responsável pelo atendimento de 20 cidades da Região Sul, disse que o prefeito José Carlos do Pátio (PSB) realiza ‘apropriação indébita’ ao não repassar o dinheiro enviado pela União para a unidade de saúde filantrópica. 

O bolsonarista criticou duramente o prefeito ao detalhar o que seria o imbróglio envolvendo o débito milionário reiteradamente cobrado pela direção da Santa Casa, que inicialmente foi negado pela gestão municipal, mas acabou admitindo a dívida na semana passada durante reunião com vereadores e a direção do hospital.

Segundo Medeiros, Pátio se utilizou de subterfúgios administrativos para segurar o dinheiro federal que teria como destino a Santa Casa. “Lamento muito. Ele negou a dívida, mas reconheceu agora e disse que não tem dinheiro para pagar. Isso é apropriação indébita”, criticou o deputado federal durante entrevista à Rádio CBN Cuiabá nesta sexta-feira (17).

A administração municipal prometeu repassar R$ 6,2 milhões, o que é muito menos do que a filantrópica efetivamente tem a receber, ressaltou Medeiros. 

“Durante o período da Covid, o Governo Federal fez o seguinte com todos os hospitais filantrópicos: olha, a capacidade de leitos que vocês têm passa pra mim. Com isso, o Governo Federal mandou o dinheiro, mas o prefeito falou que não contratou o serviço e não pagou. Ficou com o dinheiro. Agora, o serviço tinha sido prestado. É uma pena que o prefeito trate essas coisas pelo viés político”, criticou. 

O deputado tranquilizou a população garantindo que a Santa Casa não vai fechar e anunciou mais um pacote de investimentos para sanear o fluxo de caixa do hospital. 

“Ela (Santa Casa) não vai fechar, quero garantir isso. A Santa Casa não traz um voto, mas se fechar prejudica 20 municípios e milhares de pessoas. Eu não posso deixar isso acontecer. Na outra vez, eu disponibilizei R$ 53 milhões, dessa vez eu estou separando minha emenda de bancada e vou passar R$ 30 milhões para salvar a Santa Casa mais uma vez”, anunciou.
 
 Imprimir