Notícias - Agronegócio

Crea-MT | Postado em 11.02.2022 às 11:37h
Igor Bastos CEAGRO realizada 1° reunião do ano com novo coordenador e membros

CEAGRO realizada 1° reunião do ano com novo coordenador e membros

Eleito no dia 20 de janeiro na plenária do Conselho Regional de Engenharia de Mato Grosso (Crea-MT), o novo coordenador da Câmara Especializada de Agronomia (CEAGRO), Eng. agrônomo Marcelo Capellotto conduziu dia 21 de janeiro a 1° reunião da CEAGRO de 2022, com a participação de novos membros.

Na oportunidade, o coordenador apresentou o planejamento estratégico de trabalho para este ano. Para Marcelo Capellotto, que é presidente da presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Rondonópolis (AEAGRO),   a representatividade dentro Crea-MT por meio das Câmaras Especializadas, em especial a da Agronomia, é uma conquista para todos os engenheiros agrônomos do estado e reconhecemos a necessidade de definirmos um conjunto de iniciativas que possam servir de apoio, no futuro próximo, ao processo de desenvolvimento capaz de fortalecer a base produtiva e a geração de emprego, visando a melhoria das condições de vida da população e o respeito ao meio ambiente.

Observando este contexto, é impossível deixar de considerar o interesse da classe em promover articulações entre as instituições ligadas ao agronegócio mato-grossense, não só com o propósito de encaminharem soluções para os problemas comuns e imediatos, como em criar formas de mobilização para obter meios adicionais que permitem resolver questões envolvendo o agronegócio.

Ademais, o crescimento rápido e necessário da agricultura no estado, não nos permite postergar essas iniciativas. Segundo informações do documento “Imea Outlook 2030” do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária – IMEA/MT, o estado poderá dobrar sua produtividade até 2030. Lembrando que o relativo sucesso de regiões produtoras, que têm maiores tecnologias, deve-se à sua capacidade de antecipação, definindo estruturas e sistemas antes que tais problemas tornassem as soluções mais caras ou difíceis, diante do avanço do processo de produção de alimentos e a ocupação sustentável do território mato-grossense.

Frente a tais processos em curso e ao contexto estadual e nacional, constitui a oportunidade da maior relevância o esforço no sentido de conceber e iniciar um planejamento estratégico específico para tratar destes assuntos, no qual, ao lado de projetos, diretrizes e ações, seja concebido um modelo de trocas de informações técnicas e um melhor entrosamento dos órgãos relacionados ao agronegócio, num esforço comum de desenvolvimento sustentável da atividade agrícola do nosso estado.

 

O CREA-MT conta com cinco Câmaras Especializadas e que tem como função apreciar, discutir e decidir planos de ações às atividades prioritárias e as demandas específicas à fiscalização do exercício profissional, além de ações para o aprimoramento atividades do Conselho Regional, figurando como a primeira instância de julgamento no âmbito de sua jurisdição, ressalvando o caso de foro privilegiado.