Notícias - Agronegócio

Maricelle Lima Vieira | Empaer-MT | Postado em 29.10.2021 às 12:57h
Empaer Produtor diversifica cultivo de abacaxi com a soja e resultado surpreende

Produtor diversifica cultivo de abacaxi com a soja e resultado surpreende

O produtor Sérgio Antônio Bach, do assentamento Santo Idelfonso, em Novo São Joaquim (a 485 km de Cuiabá) decidiu inovar ao introduzir sob a assistência técnica da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) o cultivo da soja como rotação de cultura junto  sua produção de abacaxi. Já no primeiro ano, a safra de 20/21, plantada em uma área de 17 hectares, rendeu 60 sacas por hectare.

“Fiquei surpreso, feliz e satisfeito. Com o projeto e acompanhamento da Empaer, além de investir em tecnologia pude reverter todo esforço do trabalho no resultado da produção”.

A expectativa do produtor é plantar na safra 21/22 uma área maior de soja como alternativa para a rotação de culturas, aproveitando a boa fertilidade do solo já estabelecida na propriedade. A rentabilidade da soja é maior se comparada com a cultura do milho e da mandioca que também diversifica, mas seu carro chefe é o abacaxi pérola cultivado em uma área de 40 hectares e com uma produção de 1,6 milhão de frutos no ciclo de dois anos da cultura.

Essa produção atende o vale do Araguaia e o excedente é exportado para os estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo. “Desde 1996 trabalho na lida da terra e comecei com três mil pés de abacaxis. Hoje colho 15 mil frutas por semana e entrego em supermercados da região. Precisei investir em tecnologia e, com a assistência técnica fez toda diferença, caso contrário, estaria fora do mercado”.

O engenheiro agrônomo da Empaer, Guilherme Bortolanza explica que vem prestando assistência técnica ao produtor desde 2015 e avançou tanto com os projetos que hoje a propriedade tem uma marca, a Frutinova. Com ela, de 2018 a 2021 registrou um salto na produtividade com aumento da renda bruta em 216%.

Dentre os projetos implantados, destaca-se também, o sistema de irrigação de autopropelido que possui uma maior vazão de água sendo capaz de irrigar uma área de aproximadamente 30 hectares a cada 15 dias.

“O trabalho foi dividir a propriedade e realizar o sistema de irrigação por partes e um período de 15 dias. A propriedade antes colhia fruto por sete meses, hoje com o sistema produz o ano todo”. Guilherme frisa que a Empaer acompanha a Frutinova desde o preparo do solo, até a colheita e a comercialização dos frutos.