Artigos

Joaquim Alves de Carvalho Júnior | Postado em 12.04.2019 às 08:06h
Joaquim Alves de Carvalho Júnior

Endoscopia pode ser sua aliada no tratamento da obesidade

Considerada um dos maiores problemas de saúde pública pela Organização Mundial de Saúde, a obesidade deve atingir em 2025, 700 milhões de pessoas em todo o mundo.

No Brasil, estima-se que mais de 50% da população está acima do peso e muitas pessoas se quer buscam tratamento. Nos dias de hoje, com a tecnologia e os avanços da medicina já é possível emagrecer sem necessariamente fazer cirurgia.  Uma das novas técnicas que torna isso possível é a Gastroplastia Redutora Endoscópica, também chamada de redução do estômago por endoscopia, que é um procedimento realizado pelo médico através da endoscopia, em que o estômago recebe um tipo de sutura que diminui o seu tamanho. Assim a saciedade acontece com uma menor quantidade de alimentos, o que auxilia no emagrecimento.

A técnica que dura cerca de 60 minutos é realizada pela boca, não havendo cortes externos e cicatrizes, sendo menos invasiva.

No período pós-procedimento pode-se sentir um desconforto passageiro causado pelo excesso de gases.  Os níveis de complicações são baixos e na maioria das vezes o paciente recebe alta no mesmo dia.

Após 48 horas o paciente está liberado para trabalhar e deverá seguir orientações de dieta liquido-cremosa por 6 semanas, além de fazer uso de algumas medicações e evitar grandes esforços.

O procedimento também pode ser realizado em pacientes que apresentam reganho de peso após uma cirurgia bariátrica (redução do estômago por cirurgia).

É claro que ficar magro, não depende somente de um procedimento, cirurgia redutora ou ainda medicamento, mas do paciente ter atitude para mudar de vida com hábitos mais saudáveis e exercícios físicos. Por isso, é muito importante ter acompanhamento multidisciplinar ao menos com o médico endoscopista que fez o procedimento, uma nutricionista e um psicólogo, por pelo menos 6 meses.

Mais que estar magro é preciso focar em estar saudável e isso envolve, além do aspecto físico, o emocional.

 

Joaquim Alves de Carvalho Júnior CRM-MT 9496  é médico endoscopista e atua no Centro de Endoscopia Cuiabá.